sexta-feira, dezembro 5

Arroz Cremoso de Coelho com Vinho Tinto





Quem me conhece sabe que sou uma mulher de doces, de bolos e sobremesas ... uma autêntica mulher da pastelaria.
No entanto, sempre que posso tento me dedicar também à confecção de outro tipo de pratos. Mais ou menos tradicionais, que requerem mais ou menos elaboração, tentando aplicar algumas técnicas que vou descobrindo e aprendendo.

Com a minha avó e com a minha mãe aprendi alguns pratos da cozinha tradicional, a elas estou grata pelo que sei hoje no que concerne à nossa gastronomia.

A receita de hoje serve para homenagear a minha querida mãe que tantas vezes faz este arrozinho com um sabor e uma cremosidade autêntica, que só ela sabe.

A sugestão que vos deixo é uma receita simples de Arroz Cremoso de Coelho com vinho tinto, muito apreciado cá em casa não fosse o coelho umas das minhas carnes de eleição.

A sua cremosidade e o tempero faz deste arroz uma autêntica perdição excelente para fins de semana chuvosos e frios. Para os não apreciadores de coelho poderão substituir por frango.



Arroz Cremoso de Coelho com Vinho Tinto





(receita adaptada Teleculinária 1976)



Ingredientes:

1 coelho inteiro
200gr Arroz Carolino Bom Sucesso
1/2 Chouriça de Cebola Minhofumeiro
2 Cebolas
1 dentes de alho
2 raminhos de Alecrim
Sal q.b.
Pimenta q.b.
1 colher de chá de Cominhos
1,5 dl Vinho tinto
Azeite q.b.













Comece por picar a cebola com os alhos e refogar num pouco de azeite. Pique a chouriça de cebola a e acrescente ao refogando deixando apurar mais uns minutos em lume brando. Acrescente o coelho deixando alourar. Tempere com pimenta, sal, alecrim e cominhos.

Junte o vinho tinto e deixe cozinhar, acrescentando aos pouco água caso necessite para cozinhar. Cozinhe o coelho lentamente.

Retire os pedaços de coelho e acrescente o dobro da água da quantidade de arroz. Após a água estar a ferver acrescente o arroz e retifique de sal. Deixe o arroz cozer deixando o mesmo cremoso e não totalmente seco.
Acrescente o coelho, envolvendo bem.

Sirva decorado com um raminho de alecrim.









Com esta receita tenho o imenso gosto em informar que o blogue associou-se ao Arroz Bom Sucesso - Orivárzea em mais uma parceria.

A história da Orivárzea começa em 1997, quando um grupo de 10 dos mais importantes orizicultores da Lezíria Ribatejana decide dar as mãos e juntar as forças para produzir e comercializar um arroz de excelência com qualidades únicas, e fazê-lo chegar ao consumidor final a preço justo.

A Orivárzea conta com as seguintes marcar: Bom Sucesso, Baby Rice, Belmonte e IGP (mais informação aqui).














Deliciem-se!





3 comentários:

  1. Eu já provava! Ficou com um aspecto tão apetitoso.

    ______________________
    Ana Teles | blog: Telita na Cozinha

    feedly - bloglovin' - Facebook


    ResponderEliminar
  2. Ana, esse arrozinho tem tão bom aspecto que dá mesmo vontade de provar. Existe um senão, eu não posso com a carne de coelho nem a feijões. Mas arriscava-me a provar, pois gosto da consistência cremosa e da cor escura desse arroz, a fazer lembrar o arroz de cavidela da minha irmã que é o melhor que comi até hoje. ;)
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  3. Uma refeição deliciosa e confortante!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    http://strawberrycandymoreira.blogspot.pt/
    https://www.facebook.com/omeurefugioculinario

    ResponderEliminar