domingo, outubro 11

Crumble de Pêra e Gengibre para dias nostálgicos!



As previsões meterológicas para este fim de semana seriam de muita chuva e vento. Ao acordar com o barulho da chuva que batia na janela do quarto confirmo essas mesmas previsões. O outono está definitivamente instalado. O vento que se faz sentir leva no ar as folhas secas e de tons acastanhados caídas das árvores, a chuva lava os bancos de jardim onde há umas semanas atrás as crianças brincavam e eu torno-me cada vez mais nostálgica.
Hoje a caminho da casa dos meus pais dei por mim a recordar momentos de criança e a recuar alguns anos, até à minha infância. Alguns quilómetros que se fazem em apenas dez minutos de carro hoje demoraram muito mais. 
Recordo-me de ajudar os meus avós na vindima ou na apanha das maçãs e das pêras. O dia começava sempre bem cedo e eu era a primeira a despertar, por vezes mais cedo que os meus pais. Era o dia em que a familia se reunia pela mesma causa e onde depois todos terminavam em redor de uma mesa para o almoço. Na mesa não faltava a típica Sopa da Pedra, o delicioso Cozido à Portuguesa ou até mesmo a condimentada feijoada. Comida de sustento, comida que confortava o corpo e a alma.

Eu gostava particularmente de apanhar maçãs e pêras.Recordo-me de ter as minhas próprias galochas (tamanho mini) e o meu pequeno balde. Enquanto que os meus tios apanhavam as maçãs que estavam no cimo das árvores eu aproveitava para encher o meu balde com fruta colhida dos ramos mais baixos ou até mesmo da que caíra entretanto da árvores para o chão, A cada balde cheio o entusiasmo era maior e no final somava todos os baldes que tinha completado,



É tão bom recordar momentos em família, rodeados de alegria e afectos. Sigo em direcção a casa dos meus pais com um brilho nos olhos de recordar velhas memórias e levo para sobremesa um Crumble de Pêra e Gengibre que me fará reforçar essas memórias a cada colherada. Pêras que noutros tempos poderiam ser das que tinha colhido. Mas hoje foram compradas no mercado aqui da terra a outros produtores.
Uma sobremesa saudável repleta de sabor e aroma em forma de um crumble. A doçura da pêra que contrasta com o sabor fresco do gengibre. A cobertura de Coco e Amêndoa dão aquele toque final. Ora vejam!!




Crumble de Pêra e Gengibre
(receita inspirada daqui)

(Serve 3 Ramequins)

Ingredientes:

* Para o Recheio:
3 Pêras 
Sumo de meio limão 
1 Colher sopa de mel
1 Colher de chá de canela
1/2 Colher de chá de gengibre em pó
1 Colher de sopa de farinha maizena

* Para Cobertura:
1/4 chávena de coco
1/2 chávena de farinha amêndoa
1 Colher de mel
2 Colheres de sopa de açúcar mascavado
1 a 2 Colheres de sopa de óleo de coco
Uma mão cheia de sultanas douradas 
Uma mão cheia de amêndoa em palitos





Preparação:


Descasque as pêras, retire os caroços e corte em pedaços mais pequenos. Coloque a pêra numa taça, acrescente o sumo de limão, o mel, a canela, o gengibre e a farinha maizena. Misture bem.
Noutra taça coloque a farinha de amêndoa com o coco e misture. Acrescente o açúcar e o mel e as sultanas. Misture bem até começar a formar um massa granulada. Acrescente o óleo de coco derretido e misture.
Coloque  o preparado da maçã nos ramequins e por cima o preparado de coco e amêndoa. Distribua pelos ramequins e polvilhe com amêndoa em palitos. Leve ao forno pré aquecido a 190ºC cerca de 20 minutos ou até o crumble ficar dourado e a borbulhar. Retire do forno e deixe arrefecer um pouco antes de servir.




Deliciem-se!!

7 comentários:

  1. Nunca juntei gengibre mas gosto da ideia! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cozinha100segredos atenua o doce da pêra dando um toque mais fresco, que quando combina com a canela fica deliciosa a conjugação.
      Beijinho

      Eliminar
  2. Adorei o post, as fotos e a receita... é tão bom ter essas memórias e, principalmente, poderes ainda partilhá-las com os teus pais.
    E agora deu-me a mim a nostalgia, se calhar, tenho de fazer um crumble a ver se passa! :P
    Bjos doces, querida

    ResponderEliminar
  3. Minha amiga desculpe a minha intromissão mas esta receita não é sua,ou é?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro(a) anónimo (a), foi inspirada de outro blogue cuja fonte coloco no post.

      Eliminar
    2. Caro(a) anónimo (a), foi inspirada de outro blogue cuja fonte coloco no post.

      Eliminar
  4. Adoro crumbles e gosto ainda mais de boas recordações. Significam momentos felizes, que no fundo, são o que realmente importa :)
    Essa crostinha está fabulosa e só imagino o seu sabor :)
    Excelente proposta, Aninha!

    Bjinhos

    ResponderEliminar