segunda-feira, março 2

Pão de Alfarroba e Sementes com Batido de Maçã e Cenoura para acompanhar




Não escondo o meu gosto cada vez maior por conhecer Lisboa. Se até à um ano atrás, ir a Lisboa significava ir a esta cidade somente umas 2 a 3 vezes no ano, agora dou por mim a ir lá todos os meses e por vezes mais que uma vez.
Ora porque vou a workshops, ora porque vou a eventos ou assistir algum espectáculo ou concerto ou até mesmo para simplesmente passear e descobrir mais um pouco da cidade das sete colinas.

Ir a Lisboa já há muito que deixou de ser sinónimo de horas enfiada entre lojas nos shoppings já nossos conhecidos. Lisboa é muito mais, tem muito mais para oferecer. Em cada canto e recanto hà algo novo e diferente merecedor de ser apreciado. A já tão conhecida Baixa, o Chiado, Belém, os bairros tão nossos e característicos, os miradouros... bem... são inúmeros os lugares magníficos a serem visitados e contemplados.

Assim, a pouco mais de 1 hora lá vou eu em direcção à capital, na ideia vai alguma zona de Lisboa que no dia anterior decido explorar na companhia da minha tão fiel e sedutora maquina fotográfica para registar todos os momentos, numa tela de cores que a visão e as memórias complementam. Os cheiros e a emoção ficam comigo, são momentos únicos e experiências que gosto de sentir e absorver para me darem força em dia menos bons. A esperança reforçada entre uma lente de uma câmara fotográfica e horas de caminhada a pé pelas ruas estreitas e becos da nossa cidade.

Normalmente, o relógio marca sempre a mesma hora, 9.30 é a hora de chegada. Como gosto de aproveitar  muito bem o dia, há que começar logo de manhã e se for acompanhada pelo azul do céu e alguns raios de sol melhor ainda.

Mentalmente tenho gravado alguns locais que quero ir e também o restaurante ou a pastelaria eleita para almoçar ou lanchar.

Contudo há sempre surpresas agradáveis, daquelas que nos fazem alterar um pouco os planos ou até adia-los para outra vinda.

Foi assim, numa dessas visitas a Lisboa que após ter visitado logo pelo inicio da manhã o mercado da Ribeira, de onde trouxe alguns produtos que infelizmente não existem por cá  e também um frasquinho de mel de flor de laranjeira decidí subir a rua do Alecrim em direcção ao Chiado.



Cruzei algumas ruas, passei por uma queijaria (na próxima entrarei) e de repente olho e vejo uma placa onde se lê " Padaria Biológica". Hummm... não sei o que será mas pareceu-me muito bem. Entrei sem saber bem ao que ia ... simplesmente ia descobrir a Quinoa - Padaria Biológica.

Meia perdida a tentar absorver tudo o que os meus olhos deslumbravam, um local pequeno mas muito bonito com meia dúzia de mesas e uma escadaria antiga e restaurada levava a mais outras tantas mesas. Lá dentro apenas um casal estava a tomar o que me parecia um brunch alternando com conversas animadas.



Questiono a simpática rapariga que me sorria ao balcão em que me explicou os vários tipos de pão que fabricavam e vendiam assim como sumos naturais não açucarados.

Do que ouvi retive um pão de quinoa, um pão de alfarroba  com 6 sementes e um pão de especiarias. Pedi então um pão de especiarias com queijo e uma limonada sem açúcar com hortelã. A escolha não poderia ter sido a melhor!!

São estas pérolas perdidas entre as ruas históricas da nossa capital, são este espaços cada vez mais comuns que nos fazem bem e nos inspiram.

A Quinoa inspirou-me!! A sair do forno ainda quentinhos uns Pães de Alfarroba e Sementes ideais para o pequeno almoço ou um lanche acompanhados de um Batido de Maçã e Cenoura.

Adoro alfarroba por isso estes pãezinhos densos fazem as minhas delicías, Acompanhados de um batido saudável e nutritivo estão reunidas as condições para dar inicio ao banquete :)




Ingredientes:

* Para o Pão de Alfarroba e Sementes

(faz 5 a 6 bolas pequenas)

150 gr farinha trigo
125 gr farinha de aveia integral
25 gr farinha de alfarroba
11gr de levedura seca
120 ml de água morna
1 pitada de sal
1 colher de sopa de sementes linhaça
1 colher de sopa de sementes de girassol
1 colher de sopa de sementes sésamo
1/2 colher de sopa de sementes abóbora

Comece por dissolver a levedura seca na água morna. 
Numa taça coloque as farinhas, o sal e as sementes. Faça uma cavidade no meio e junte a água. Amasse muito bem a massa e faça uma bola deixando-a levedar cerca de 1 hora ou até duplicar de tamanho.
Forme pequenas bolas e deixe levedar mais 45 minutos.
Pré aqueça o forno a 180ºC e leve as bolas de pão a cozer num tabuleiro forrado com papel vegetal cerca de 45 minutos ou até estarem cozidas.





Ingredientes para o Batido de Maçã e Cenoura:

(faz 2 batidos)

200 ml bebida de aveia
2 maçãs
1 cenoura
2 colheres de sopa de mel ou de açúcar de coco
1 colher de sopa de sementes de linhaça dourada
2 colheres de sobremesa de Cacau com açúcar de coco da Iswari

Num liquidificador junte a bebida de aveia, as maçãs cortadas em cubos e a cenoura descascada e cortada em meias luas. Junte o mel e as sementes de linhaça. Triture tudo e polvilhe com as pepitas de cacau de coco.




Deliciem-se!

1 comentário:

  1. Que coisa boa é que pãozinho Maravilhoso 😍😍
    Não tenho tido muito tempo para passear e as condições meteorológicas também não têm sido as melhores! Mas agora parece que o calorzinho está a chegar e eu vou por o nariz fora de casa. O mercado da Ribeira me chama e eu nunca lá fui 😔
    Será em breve, tenho a certeza 😉
    Big Kiss
    C

    ResponderEliminar