domingo, agosto 14

Ovos com Tomate e Queijo Feta ... ou será mais Tomatada com Ovos e Feta!!!





Se há refeições que gosto de preparar com todo o entusiasmo são aquelas que me transportam para recordações, memórias de infância. Das que coloco aquele amor especial, aquela pitada de carinho único. São preparadas refeições que transbordam sentimentos numa mesa recheada de sorrisos, emoção e acima de tudo muito sabor.

Estamos em plena época de férias, as férias grandes para quem é estudante de anos ainda do primeiro ciclo. Sinto-me como se estivesse, agora, em pleno pátio da casa da minha avó, nas minha a reviver as minhas férias de Verão. Um pátio que para além de dar acesso à casa e a um sótão onde se guarda todos os anos a colheita de batatas novas, é um local que se inicia com alguns vasos de plantas e que se estende com um banco corrido de madeira e uma mesa igualmente de madeira a seu lado. Era e é nessa mesa que ainda se colocam todos os legumes e fruta que se apanham do quintal. É lá que se escolhe as nabiças e os espinafres, que se coloca as abóboras e as courgetes aquando a colheita e os tomates, Uma mesa preenchida por um vermelho sangue, por tomates de todos os tamanhos, uns mais maduros que outros, mas todos eles com um sabor inigualável.





Quando me questionam se como tomate como se de uma maçã se tratasse, digo que sim! Trinca após trinca, com o seu sumo a escorrer pelas mãos é assim que me demoro a recordar as inúmeras vezes que sentada no banco de madeira e me deliciava a cada trinca no tomate naquele suculento fruto.

Os que escapavam aos meus ataques (risos) eram levados para o frio para guarnecer uma qualquer salada ou após retirar a pele e limpar as sementes era preparado ao lume acompanhado ovos ou sardinhas, dando o nome de tomatada a esse preparado,

Assim, foi após ver o desafio deste mês da Marta do Blog Intrusa na Cozinha, que não é nada mais nada menos que preparar algo com tomate, reforçou a minha certeza que iria reproduzir a tomatada, numa versão mais minha, com o meu toque especial.

Os tomates agora deste quintal, do meu quintal já tinham sido colhidos, aguardando um desfecho feliz. Em anos anteriores, o tomate coração de boi, como é chamado, bem carnudo e vermelho, foi aproveitado para preparar doce de tomate para consumo próprio ou para pequenas ofertas. Sou doida por doce de tomate, é um dos doces que mais gosto e nunca abro mão de uns quantos frascos. No entanto, o balde está totalmente cheio e menos uns 3 ou 4 tomates não irá fazer a diferença.

É hora de colocar as mãos há obra, envolvida pelos meus pensamentos e sentimentos de outrora, recordações boas e felizes que tanto gosto de ter presente, é assim que vou pelando tomate após tomate, para dar forma e sabor a uma tomatada com ovos e queijo feta. Os ovos não serão a novidade, será sim o queijo feta que para além de lhe dar um sabor característico liga na perfeição com o tomate.

Acompanhado com uma bela fatia de pão, onde o molhamos diretamente do prato ou na caçarola, torna-se aquela comida de conforto numa estação onde o tomate é rei.





Ovos com Tomate e Queijo Feta

(receita inspirada daqui) 

Ingredientes:

1/2 cebola picada
2 dentes de alho
3 colheres de sopa de azeite
3 ou 4 tomates grandes
1 colher de chá de cominhos em pó
1 colher de chá de paprica
1 colher de café de coentros em pó
1 colher de sopa rasa de açúcar amarelo
4 ovos
Queijo feta q.b.
Sal e pimenta q.b.

Preparação:

Comece por pelas os tomates em água a ferver, retirando as peles e as sementes. Para retirar a pele mais facilmente, antes de os mergulhar na água a ferver faça uma cruz com uma faca na pele.
Corte em cubos ou pedaços mais pequenos e reserve.
Num tacho ou recipiente que possa ir ao lume e ao forno, leve a alourar a cebola e os alhos picados no azeite, Acrescente o tomate e deixe cozinhar em lume brando uns 30 minutos, esmagando os pedaços maiores com uma colher. Tempere com os cominhos, a paprica, os coentros em pó, o açúcar, sal e pimenta. Por fim coloque os ovos, com algum espaço entre si e o queijo feta em pedaços mais pequenos por cima do tomate.
Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC cerca  de 10 a 15 minutos, até a clara estar cozida, tentando com que a gema fique ainda mole (eu não tive tanta sorte e a gema cozeu um pouco).
Retire e sirva acompanhado de pão.

Deliciem-se!!






2 comentários:

  1. Olá Ana,
    São receitas como esta que mais me fazem feliz. Aquelas que nos trazem memórias, sejam elas de infância, juventude, ou simplesmente de há uns meses atrás. O mais importante não é o tempo mas as lembranças, o amor, o carinho, as sensações, os aromas que elas despertam!
    Este é um prato que já repeti vezes e vezes sem conta na minha cozinha.(mas sem o feta, nunca me tinha lembrado do feta, que tão bem "casa" com o tomate!)
    Agora já não faço com a mesma regularidade porque os meus filhotes não apreciam tomate. Às vezes preparo só para mim. Para matar saudades e também para me transportar a tempos de outrora.
    Fico super enternecida e feliz que tenhas decidido trazer esta receita, e a forma tão especial como a trazes, carregadinha de emoções. Obrigado Ana por mais uma vez, e tão generosamente, te sentares comigo/connosco na mesa de agosto.
    Um beijinho enorme
    Marta

    ResponderEliminar
  2. Uau... Até abre o apetite!!! :)
    Fantástica sugestão.
    Bjinhos

    Bimby & Sabores da Vida

    ResponderEliminar