quarta-feira, setembro 23

Bolinhas de Bacalhau com Noodles de Curgete com molho de tomate para uma abordagem saudável!


Cada vez mais o tema sobre a Alimentação Saudável está na ordem do dia. Uma temática cada vez mais falada, escrita e colocada em prática.
Cá em casa já algum tempo que as refeições são pensadas de forma mais saudável, tendo-se em atenção as quantidades e a qualidade dos alimentos que chegam e  compõe o prato. Opta-se por produtos da época e biológicos de preferência, reduzem-se as gorduras saturadas e substitui-se o açúcar refinado, escolhem-se alimentos menos processados, mais ricos em proteínas e vitaminas essenciais ao bom funcionamento do nosso organismo, elegem-se os vegetais que dão cor a um prato e prefere-se o peixe em detrimento da carne.
Uma refeição saudável não tem que ser monótona, sem vida  e sem sabor. Conjugando aromas, cores e texturas podemos preparar pratos deliciosamente apelativos aos olhos e ao palato. 
Sou apologista de refeições equilibradas e nutritivas, e para isso devemos decidir atempadamente a ementa da semana por forma a não repetirmos as refeições e assim não nos cansarmos de consumir sempre os mesmos alimentos, tornando assim a nossa alimentação mais variada.
Os meus hábitos alimentares pouco a pouco vão sendo modificados, pequenas alterações podem levar-nos a grandes mudanças. Dou preferência ao peixe ao invés da carnes. Não consumo carnes vermelhas. Apesar de não ser vegetariana, faço algumas refeições nesta abordagem. Cá em casa os alimentos fritos ficam à porta, sendo substitui dos por preparados no forno sempre que possível.



A sugestão que hoje vos trago vem de encontro a todo isto. Irá também directamente para a rubrica Inspirar e Nutrir da Drª Carla Fernandes, na qual irei colaborar de forma mensal. Participarei com receitas práticas, rápidas, nutritivas, saborosas e saudáveis.
A Dr.º Carla Fernandes é nutricionista há mais de 10 anos, e pretende ajudar as suas clientes no reforço da auto-estima e auto-confiança através do planeamento nutricional e conselhos no sentido de cada pessoa se sentir bem com o seu corpo e com a mente, vivendo com maior qualidade e confiança. 
Poderão obter mais informações sobre o seu excelente trabalho neste site.

Por agora fiquem com umas Bolinhas de Bacalhau com Noodles de Curgete e Molho de Tomate. Umas bolinhas de bacalhau, que nos fazem lembrar uns pasteis de bacalhau mas às quais adicionei curgete e substitui a frigideira pelo forno. Acompanhei com uns noodles também de curgete, que são fáceis e rápidos de preparar e arrematei com um molho caseiro de tomate que poderão fazer em quantidades maiores e guardar no frigorífico devidamente acondicionados para outras refeições.







Bolinhas de Bacalhau com Noodles de Curgete e molho de Tomate

Ingredientes:

1 Curgete média
Bolinhas de bacalhau
Molho de tomate

   * Para Bolinhas de Bacalhau:
(16 bolinhas pequenas)

300 gr de bacalhau cozido e limpo (usei bacalhau já desfiado e ultracongelado)
1 curgete média
1 cebola pequena ou 1/2 de uma grande
1 ovo
1 ramo de salsa
3 colheres de sopa de farinha de arroz
1/2 colher de café de coentros em pó
3 grãos de pimenta verde 
Flor de Sal q.b.
Azeite para untar


    * Para o molho de tomate:

 4 tomates médios
 1 cebola média
 2 dentes de alho
 3 colheres de sopa de azeite
 1 colher de chá de manjericão seco
  Oregãos secos q.b.
  Flor de Sal e Pimenta q.b.



Preparação:

Caso não opte pelo bacalhau desfiado, terá de cozer o mesmo em água temperada com 1 folha de louro e uma pitada de sal. Deixe arrefecer, retire as espinhas e lasque-o.
Num processador ou picadora coloque o bacalhau, por forma a que o mesmo fique tipo algodão. Retire e coloque numa taça. Lave a curgete, corte ao meio no sentido longitudinal e retire as sementes com a ajuda de uma colher. Rale a curgete e coloque a mesma sobre papel de cozinha polvilhando com um pouco de sal por forma a que a água da mesma seja libertada.
Numa taça coloque a curgete, o bacalhau, o ovo, a cebola e a salsa picada. Acrescente os coentros em pó, a flor de sal e a pimenta moida. Misture tudo muito bem.
Unte um tabuleiro com um pouco de azeite. Com as mãos faça pequenas bolinhas de bacalhau e coloque no tabuleiro. Leve ao forno pré aquecido a 190ºC cerca de 20/25 minutos. Se achar que não estão com muita cor, aumente a temperatura para os 200 ºC mais 5 minutos.
Retire e após uns 5 minutos, tente retira-las do tabuleiro com cuidado.

Entretanto prepare os noodles. Basta lavar a curgete, e retirar as sementes. Com a ajuda de uma máquina própria ou de uma mandolina faça os noodles. Eu usei a mandolina da Borner, um instrumento de cozinha fantástico para qualquer situação e com uma enorme qualidade deixando o corte dos alimentos perfeitos.

Quanto ao molho de tomate, este poderá ser preparado noutro dia e depois utilizado posteriormente. Para tal, faça dois golpes em forma de cruz nos tomates e leve-os a escaldar em água quente. Deixe-os estar submersos na água durante uns 2 minutos. Com a ajuda de uma faça retire o pé e a pele. Corte-os aos meio e retire as sementes. Depois corte em pedaços mais pequenos e reserve.
Pique a cebola e os alhos e leve a refogar no azeite já quente. Coloque depois o tomate e o sal e deixe cozinhar em  lume brando até o mesmo ficar tipo puré, caso seja necessário poderá usar a varinha mágica para ficar mais cremoso. Eu não utilizei, porque gosto de ter alguns pedaços de tomate. Mexa de vez em quando e quando estiver pronto adicione a pimenta moída no momento, o  manjericão e os oregãos a gosto. Deixe arrefecer e coloque em frascos hermeticamente fechados, podendo estar algumas semanas no frigorífico.

Num prato ou numa travessa de servir, coloque os noodles depois por cima o molho de tomate e finalize com as bolinhas de bacalhau.


Delicem-se!!

3 comentários:

  1. É uma sugestão bem saudável e deliciosa! Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Cada dia que passa torna-se fundamental ter uma alimentação cuidada.
    Adorei a ideia.

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2015/10/dia-um-na-cozinha-e-um-bolo-de-outono.html

    ResponderEliminar